Colunistas

Motociclismo e Sociedade

Intempéries Incontroláveis em Longas Viagens


16/08/2018 11h40

Quando nos preparamos para as longas viagens, que tanto gostamos de fazer, muitas coisas temos que organizar. Em primeiro lugar temos que dar uma bela geral na motocicleta, escolhermos com cuidado as roupas que levaremos, com intuito de carregar o menor volume de roupas, mas que nos atendam bem durante toda a viagem. Levamos algumas ferramentas básicas para pequenas manutenções que podem ocorrer no decorrer da viagem. Observamos os boletins metereológicos pelos locais que passaremos. Havendo previsão de frio ou chuva levamos a roupa de chuva e o casaco mais quente que tivermos. Ou seja, preparamos tudo o que poderemos encontrar e controlar na viagem, e não vou entrar em detalhes, pois a preparação citada acima, já foi muito detalhada por diversos outros motociclistas estradeiros em diversas publicações, para não me tornar repetitivo.

Entretanto, na última viagem longa que fiz me chamou atenção que passamos por algumas intempéries que nunca ouvi alguém comentar. Pegamos a tradicional chuva forte, até aí nada de novo, mas adentramos também em zonas de ventos muito fortes, de até 80 Km/h, e também uma forte tempestade de granizo. E para nosso azar em um trecho em que não havia por pelo menos 200 Km local apropriado para pararmos. Mas fruto de experiências adquiridas nas diversas viagens longas que fizemos, conseguimos equacionar bem essas atividades da natureza, e passo a explicar, apenas com o intuito de ajudar aos colegas que tiverem a oportunidade de atravessar pelas experiências pelas quais passei.

Quando estamos em meio ao vento forte, temos que observar o seguinte: Se o vento é de alta intensidade, mas constante e estamos em uma longa reta, não teremos grandes problemas, basta inclinar um pouco a motocicleta para o lado do vento, diminuirmos a velocidade e vamos em frente. Mas se o vento for de rajadas, aí temos que ficar muito atentos, pois temos que ficar inclinando e colocando a moto na vertical, em função intensidade das rajadas. Mas se o vento for forte, e estamos em uma estrada sinuosa, aí a coisa complica um pouco, pois conforme as curvas vão se sucedendo, o vento vai mudando de posição, então temos que ter a sensibilidade de sentir de onde está vindo o vento ou as rajadas de vento e ir posicionando a moto em função da direção do mesmo, pois hora o mesmo estará do lado direito, hora do lado esquerdo, por trás ou pela frente, aí se torna necessário muito cuidado no posicionamento da moto e manter velocidade compatível com o momento que estamos enfrentando.

E quando acontecem as tempestades de granizo? O correto seria imediatamente buscar um lugar protegido, pois o granizo, além de deixar o asfalto perigoso, pode amassar o tanque, e os para-lamas da máquina, e sabemos muito bem o quanto é dispendioso recuperar, ou mesmo comprar um tanque novo. Então qual a solução que teremos, no caso de enfrentarmos zona de granizo quando não tivermos local protegido para nos abrigarmos? A única solução que temos, é parar mesmo debaixo do granizo e buscarmos na bagagem roupas, casaco, papelão enfim qualquer coisa que possamos cobrir o tanque e se possível também os para-lamas para evitar o amassamento. Quando parar, não o faça debaixo de árvores, pois granizo, em geral vem acompanhado de chuvas fortes com relâmpagos, e como sabemos, raios são muito atraídos por árvores. Não tire o capacete, pois a tempestades de granizo com pedras grandes podem nos machucar.

O explanado acima é apenas para o caso de não termos no caminho locais para nos proteger. Pois o mais correto, quando enfrentarmos, chuvas fortes, ventos de alta intensidade e granizo é parar e esperar a intempérie amainar.

Sonivaldo Vieira Leite
18 textos publicados

69 anos, Casado, Pai de 5 filhos, Engenheiro de Vôo Aposentado, trabalhou na Varig por 39 anos, Motociclista desde 1.972 ininterruptamente. Atualmente possue uma Road King 2017 e uma Fat Boy

  • Booking.com

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.13826 segundos