Colunistas

  • atron

Motociclismo e a sociedade

Respeito aos regulamentos e a hierarquia e o segredo


05/02/2018 18h26

Em todos esses anos que pratico motociclismo observei muitos Moto-Clubes e Moto-Grupos se iniciarem com força total, com muita vibração, e em pouco tempo os mesmos se extinguem ou se parte em dois, em função de dissidências e discordâncias. Não conseguia entender por que isso acontecia, então resolvi fazer um estudo e pesquisa para saber os porquês desses finais muitas das vezes com brigas e mágoas.

Descobri que as razões mais fortes para o encerramento daquelas comunidades foram o desrespeito ao regulamento e também a não atenção à hierarquia que deve existir em qualquer sociedade.

O meu velho avô, quando vivo, dizia: “Casa aonde não existe comando e respeito, se torna casa de prostituta, governada por sacana”. E hoje eu vejo que ele estava coberto de razões.

Quando da criação dos Moto-Clubes, cria-se um Regulamento, um Regimento Interno, escolhe-se os seus líderes, tais como Presidente, ou Comandante, Tesoureiro, Secretário, Capitão de Estrada e demais cargos, e todos se comprometem a obedecer todas as regras e respeitar a hierarquia combinada. Passado algum tempo todas as juras são esquecidas, por vaidade, por desejo de poder, ou mesmo apenas por rebeldia. Aí o caos se instala, culminando com brigas, dissidências e o final da sociedade.

O motociclismo, é um “hobby” que em função dos riscos, precisa demais de ordem, respeito aos Regulamentos, não só do Clube, como também as regras de trânsito e para isso é necessário, comando e liderança fortes, para que se faça cumprir todas as determinações, isso porque exercitamos o nosso “hobby”, na maioria das vezes nas ruas e estradas, em contato direto com o público. Mas o que se vê em muitos desses grupos é a desobediência aos acordos, provocando algumas vezes acidentes, ou no mínimo sustos, e quando o desobediente é chamado à atenção se rebela e ainda encontra no seio do seu grupo adeptos que o protegem em detrimento das regras de segurança e respeito.

Aí se cria duas ou mais facções dentro da comunidade e o final é a quebra de hegemonia. Levando o grupo à extinção ou ao “racha”. O que é uma pena. Porque é menos uma Entidade a defender e divulgar a bandeira do motociclismo.

No Brasil há diversos tipos de Moto-Clubes, mas os dois tipos mais comuns, são: O Clube tradicional que se inspirou para sua criação nos moldes dos Moto-Clubes americanos das décadas de 50/60, onde a rigidez dos Regulamentos é a tônica dos mesmos. Notei que esse tipo de Clube, são os que menos se extinguem, pois em caso de dissidências ou desrespeito as regras, o infrator é desligado, sem dó nem piedade. O outro tipo, é o Moto-Clube que nasce apenas com intuito de lazer e sociabilidade, com Regulamentos mais flexíveis, esses são os mais suscetíveis de encerramento ou partilhas. Pois alguns integrantes não se sentem obrigados a obedecerem às regras do jogo. E por sua vez os líderes não se sentem com força para obrigar ao cumprimento do Regulamento em função da flexibilidade do mesmo.

Na verdade os Moto-Clubes, têm uma importância muito grande para o desenvolvimento e divulgação de nosso “hobby”, e fico muito triste quando recebo a informação que algum se extinguiu.

Recomendo aos motociclistas que resolvam participar de Moto-Clubes, que ao adentrarem nesse mundo venham preparados para serem tolerantes, saibam receber ordens e respeitar as regras e os Regulamentos da Entidade. Se não tiverem esse perfil, não participem de Moto-Clubes, prefiram andar sozinhos ou com colegas que também não participem de Grupos motociclisticos, pois no mínimo não serão vetores de brigas, dissidências, e com isso não serão responsáveis por extinção de grupos motociclísticos.

Sonivaldo Vieira Leite
18 textos publicados

69 anos, Casado, Pai de 5 filhos, Engenheiro de Vôo Aposentado, trabalhou na Varig por 39 anos, Motociclista desde 1.972 ininterruptamente. Atualmente possue uma Road King 2017 e uma Fat Boy

  • Booking.com

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.08819 segundos