Notícias

TWI em destaque no pneu da Honda CG 160 INFOMOTO (Foto: Renato Durães / Agência Infomoto )

Dica de Manutenção

Qual a hora certa de trocar o pneu da moto?

Você sabe o que é o T.W.I? A indicação orienta o motociclista quando é hora de substituir o pneu desgastado por outro novo


Arthur Caldeira / Agência Infomoto

Agência Infomoto

09/10/2018 17h23

Uma dúvida frequente entre os motociclistas é sobre a hora certa de trocar o pneu da moto. Um método muito comum é a boa e velha inspeção visual. Ou seja, você olha e percebe que o pneu está ficando “careca”. Porém muitas vezes o desgaste não ocorre por igual em toda a banda de rodagem e fica difícil identificar se o pneu pode ou não rodar mais alguns quilômetros.

Para facilitar a vida do motociclista, as fábricas de pneus dotam seus produtos de uma maneira simples e eficaz de se averiguar se está na hora de trocá-los. Trata-se do T.W.I. (Tread Wear Indicator) um dos limites para o uso dos pneus de moto. A sigla vem do inglês Tread Wear Indicator, que significa, em tradução livre, “indicador de desgaste da banda de rodagem”.

Como as motos têm apenas dois pneus, estes são itens fundamentais para garantir a segurança do motociclista. Um pneu “careca” representa perigo na hora de acelerar, frear e contornar curvas. Em piso molhado então, nem se fala. Entre as diversas funções dos sulcos está a drenagem da água. Se os sulcos estiverem pouco profundos não drenam a água corretamente e uma frenagem pode causar uma queda em dia de chuva.

Onde fica o TWI?

Esses indicadores de desgaste podem ser facilmente localizados nos flancos (lateral) dos pneus, onde geralmente há a inscrição T.W.I. ou ainda alguma indicação como uma seta ou o logotipo do fabricante. Nessa direção, o motociclista vai encontrar o filete de borracha indicando a altura mínima de uso do pneu.

Como funciona o TWI?

Todo pneu de moto (e até de carro) conta com o TWI, o tal filete de borracha disposto transversalmente aos sulcos em alguns pontos da banda de rodagem. Mas como ele funciona? “O TWI indica que a borracha acabou. O sulco que ajuda a escoar a água no piso molhado já não faz o seu papel. E no seco, não tem mais aderência”, explica Eduardo Zampieri, piloto de testes de pneu de moto da Pirelli. Segundo o piloto, quando esse filete ficar aparente, no mesmo nível da banda de rodagem, está na hora de trocar o pneu.

Mas, cuidado: não é só o TWI!

Mas é bom lembrar ao motociclista que a troca do pneu só estará vinculada ao TWI se o pneu estiver em boas condições. Bolhas, cortes ou desgastes irregulares também podem condenar o pneu. Se houver algum desses defeitos, mesmo que a banda de rodagem não tenha atingido a profundidade mínima, o pneu deve ser substituído por outro novo, nas mesmas medidas indicada pelo fabricante da motocicleta.

Notícias relacionadas

Brasileira é campeã sul-americana de Enduro

Criança na moto não é brincadeira

Vendas de motos cresceram em 2018

BMW divulga preços das novas F 750 e F 850 GS

10 fatos sobre as novas 650 cc da Royal Enfield

Brasileiro disputa o título de melhor mecânico do mundo

Novas BMW F 750 e 850 GS chegam às lojas em novembro

Primeiro comércio eletrônico da Ducati no Brasil é lançado

MV Agusta apresenta nova Dragster 800 RR Pirelli

Honda Africa Twin é mesmo aventureira? Acompanhamos um rali para responder

  • Booking.com

Mototour - Seu portal em duas rodas, Motos, Encontros de Motociclistas, Moto Clube e muito mais...

Todos os Direitos Reservados

Tempo de carregamento da página: 0.136 segundos